Beto França

entrevista

Beto França é um camarada tranquilo que leva muita suavidade para suas aquarelas. Dono de um traço característico, apesar de jovem, tem conquistado resultados bastante maduros com suas tintas. A Casa do Cachorro Preto irá abrir as portas para a primeira exposição invidual do artista. Visite a exposição e confira nossa entrevista!

 

1. O que encontraremos na exposição Cores Curvas Livres?

Mulheres, curvas e cores. Fofinhas, magrinhas, negras, brancas com e sem tatuaguem e sem vergonhas. Corpos livres. Felizes em festa.

 

2. Acompanhamos a de sua técnica ao longo desses anos. Para você, o que mais se desenvolveu em sua aquarela?

Estou entendendo mais um pouco como brincar mais com a aquarela sem medo. No começo tem aquele medo de “errar”, das manchas, de tentar misturar as tintas rápido no papel antes que seque. Hoje perdi mais esse medo vendo outros artistas pintar. Agora é só continuar e não parar.

 

3. Qual sua formação artística?

Sou formado em comunicação social Publicidades propaganda. E fiz especialização em Desenho e pintura na Quanta Academia de Artes em SP.

 

4. Que artistas te inspiram?

Ultimamente tenho estudado muito os artistas john singer sargent, Gustav Klimt e Lucian Freud. Que me ajudaram muito no processo de pintura. Gosto das pinceladas. Há varias, mas esses 3 foram os que mais me inspiraram para a expo.

 

5. Como você mistura as técnicas digitais e tradicionais em seu trabalho?

Digital comecei a mexer mais faz quase 2 anos. Usava pouco, hoje como trabalho com livro ditático também faço tudo digital. Ás vezes misturo as duas técnicas, mas faço o básico. Pinto digital, cores chapadas e jogo textura de aquarela (alguma parte de um desenho meu que pego e corto e jogo no Photoshop).

 

6. Como você avalia o mercado de arte independente no Brasil?

Tem muito gente produzindo muita coisa boa. Algumas HQs, artistas no Catarse e conseguindo a grana pra finalizar o projeto. A turma está em movimento. Isso é bom que anima outros e assim segue. Eu que tô um pouco parado. Simbora se movimentar.

 

7. Quais dicas você oferece a quem deseja trabalhar com aquarela?

Começar a pintar e não parar. E conhecer pessoas, hoje é mais de boa. Na Net tem muita gente boa. Conversar com essa turma, ver vídeos e pintar. Pintar todos os dias, se possível. Não há segredo. (:

 

SERVIÇO
Exposição Cores curvas, de Beto França
Onde: A Casa do Cachorro Preto (Rua 13 de Maio, 99, Cidade Alta, Olinda)
Quando: Abertura sábado (11), às 18h. Visitações de quinta a domingo
Ingressos: Entrada gratuita
Informações: (81) 3493-2443.

 

9 de abril de 2015.

Outras Matérias

55 (81) 3037 5737 contato@fluxostudio.com